Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Música’

Educação musical

Nós aprendemos muita coisa com os nossos pais, óbvio. Comer legumes, dizer “por favor”, não falar palavrão (em casa), cruzar as pernas como uma mocinha e que não importa quem está errado, os dois estão de castigo são algumas delas. Mas uma coisa muito marcante foi a educação musical que meu pai passou pra mim.

Entre Balão Mágico, Trem da Alegria e todos os discos da Xuxa, ouvi muito Toquinho, Vinícius e Alan Parson. O meu “ilariê” intercalava com Marina, de Caymmi, e eu sabia o Soneto da Fidelidade de trás para frente. Na época, eu nem dava importância para nada disso e simplesmente achava divertido cantar “samba de pretu tu” muito antes dos Black Eyed Peas.

Eu cresci entre Ladário e Corumbá, no Mato Grosso do Sul, e todo fim de ano viajávamos de carro até o Rio de Janeiro. Com 2000km de distância, haja música na belina azul! O que eu mais ouvia era esse álbum:

Greatest Hits de quando eu tinha 6 anos

Entre os internacionais, muito The Beatles, Joe Cocker, Phil Collins, Australian Crawl e por aí vai.

Muitas vezes eu me pego em qualquer lugar dizendo “eu conheço essa música” mesmo sem saber de quem é, só sei que “meu pai ouvia”. Com certeza isso me influencia até hoje, inclusive na minha repulsa por músicas constituídas apenas por vogais (vocês sabem quais são) e na seleção de músicas que ouço em casa (porque fora de casa a gente se permite perder um pouco o critério, né).

E como nunca é tarde para agradecer, este meu post é um longo “obrigada” pelo set list que ouvíamos pela estrada e nas manhãs de domingo, quando meu pai ligava o som, abria as janelas e a porta da sala na casa onde morávamos para dar banho na Honda, nossa pastora alemã. Sem esquecer, claro, dos churrascos nos fins de semana que podiam até variar de lugar entre o clube, nossa casa, casa do tio Carlão, do tio Paulo e tia Jussara, mas que sempre acabavam em roda de violão, palmas e caixinha de fósforo. No meio do pique-esconde ou da prova de quem mergulhava por mais tempo, eu fugia pra ficar ao lado do meu pai enquanto ele batia o garfo na garrafa de cerveja cantando mais ou menos assim:

Read Full Post »